Blog do Zukkin
COMPARTILHAR TWEETAR

Vale a pena investir o dinheiro da poupança no Tesouro Direto?


07/06/2016, por Zukkin

Vale a pena investir o dinheiro da poupança no Tesouro Direto?

 

Antes de tudo, vamos esclarecer o que é poupança e o que é tesouro direto, tudo bem? A poupança é um investimento financeiro de baixo risco mais popular no país, ela é regulada pelo Banco Central e sua rentabilidade é de 0,5% de juros ao mês somada a variação da taxa referencial (TR), taxa de juros atualizada diariamente pelo Banco.

 

O Tesouro Direto é um programa do tesouro nacional em parceria com a bolsa de valores de São Paulo (BMF&F Bovespa), que vende títulos públicos federais para pessoas físicas por meio da internet, esses títulos são vendidos a fim de captar recursos para o financiamento da dívida pública e financiar atividades do governo federal com educação, saúde ou infraestrutura, em troca o governo federal paga juros para as pessoas que compram esses títulos (investidores). Por mais que a poupança seja um investimento livre de imposto, de fácil acesso e seguro, as suas taxas de rentabilidade tem perdido consideravelmente para a inflação. De nada adianta investir em algo seguro, se não existir retorno financeiro.

 

Segundo a Revista Infomoney, em um período de 10 anos, as pessoas que aplicaram R$ 100 mil reais na poupança deixaram de ganhar R$ 65 mil, dinheiro suficiente para comprar um carro importado, por exemplo. Os números impressionantes não pararam por ai, o Jornal Valor calculou o montante de prejuízo de 3,5 milhões de pessoas com investimento de mais de R$ 30 mil na poupança entre junho de 2006 e dezembro de 2012, e comparou, se tivessem aplicado esse dinheiro em um investimento indexado, teriam lucrado R$ 8,2 bilhões a mais.

 

Mesmo com esses números, os investimentos na poupança não pararam de subir, em 2013, por exemplo, a captação liquida da poupança atingiu R$ 71 bilhões e o total do montante aplicado ficou em torno de R$ 600 bilhões. Segundo Marcelo Karvelis, diretor comercial da Claritas Investimento, esse tipo de aplicação era muito comum no Brasil por se tratar de uma questão cultural, a caderneta de poupança estava enraizada na cultura financeira do brasileiro porque eles se sentiam familiarizados e seguros.

 

No cenário atual no qual o Brasil se encontra, a rentabilidade do Tesouro supera a rentabilidade da poupança. Um levantamento feito pelo Banco Central, Bolsa de Valores de São Paulo e o Tesouro Nacional, os títulos públicos ocuparam as quatro primeiras posições no ranking de maior rentabilidade em novembro de 2014, essa realidade se estendeu em 2015 e em dezembro o número de investidores bateu recorde.

 

As diferentes formas de rentabilidade oferecidos pelos títulos do tesouro permite que o investidor possa analisar qual deles se encaixa melhor ao seu objetivo. Os juros pré – fixados, por exemplo, são juros estabelecidos, ou seja, o investidor já sabe a rentabilidade que terá no vencimento do seu título, já os juros pós – fixados, possuem taxas que variam de acordo com a Selic (taxa básica de juros) e com a inflação, dependendo do título e do objetivo, esse tipo de juros pode ser até mais rentável do que o outro.

 

Além dessa vantagem, o investimento é garantido pelo Tesouro Nacional, pois o país tem inúmeras formas de arrecadar dinheiro, tornando a aplicação tão segura quanto a poupança. Os valores baixos de investimento tornam o tesouro ainda mais acessível e a alta liquidez é garantida, mesmo com o pagamento de impostos. Essas são as principais vantagens de aplicar o seu dinheiro no Tesouro Direto.

 

Fontes: Dinheirama, APD, Exame, Finanças Forever, InfoMoney



Cadastre-se no Zukkin


COMPARTILHAR TWEETAR

BAIXE GRÁTIS O APLICATIVO
Baixe no Google Play Baixe na Apple Store

O PODER DE COMPRA É SEU!

O que é o Zukkin

CONTATO

Av. Angélica, 819 / Sala 63 - Higienópolis - São Paulo/SP

Fone: (11) 3666.7034 / (13) 3322.7293

WhatsApp: (11) 9 9323.8766

E-mail: contato@zukkin.com

Zukkin - O poder de compra é seu © Todos os direitos reservados.